Psicoterapia Adulto

A segunda metade da vida...

 

“Sou eu próprio uma questão colocada ao mundo e devo fornecer minha resposta, caso contrário, estarei reduzido à resposta que o mundo me der.” (CG Jung)

 

Segundo Jung, nossa vida se divide em duas fases. A primeira corresponde a infância, adolescência e inicio da idade adulta. Neste primeiro momento voltamos nossos interesses para o que a sociedade exige de nós. Temos que estudar, trabalhar, seguir as regras que nossa família e o mundo nos impõe, e muitas vezes esquecemos de algo muito importante: nosso verdadeiro propósito de vida. 

 

Pois bem, é aí que começamos a questionar o que estamos fazendo aqui e agora. Jung comparava esta jornada com o nascer e o pôr do sol, pois aos poucos vamos nos direcionando para dentro de nós mesmos. Neste momento revemos nossos valores, nosso casamento, nossas amizades, nossa profissão. Há uma frase da Fernando Pessoa que expressa bem este movimento:

 

“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma de nosso corpo. E esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia... e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.”

 

Esta travessia muitas vezes vem permeada de dor. Sentimos a necessidade de desapegar de pessoas e objetos, mas isso não é uma tarefa fácil. A ação transformadora deste período demanda muita coragem, e pode trazer benefícios impressionantes, dando um novo sentido para nossas vidas.

 

Encarar nossas fraquezas, nossos complexos, nossos traumas e defesas é um desafio e tanto. Mas como diz Jung: “Quem olha para fora sonha, e quem olha para dentro, desperta”. Iluminar nosso lado sombrio é muito dificil, mas pode revelar também onde estão nossos tesouros mais preciosos. 

 

A psicoterapia junguiana vê esta fase como uma das mais ricas,  pois a vida parece pedir para ser re-vista. O trabalho com os sonhos tem um destaque especial. Os sonhos nos mostram o caminho para a cura da alma. Ele revela de forma intensa nossos medos mais profundos, nossos desejos mais secretos, e nos convida a olhar. Olhar e tentar transformar. Para a Psicologia junguiana tudo pode ser transformado.

 

O que você está fazendo da sua vida?

Vídeos
Veja também:
Sandra Midori Kuwahara Sasaki
Psicóloga
CRP 06/75104
Santana
Rua Dr. Zuquim, 449 - conj. 34
(Metrô Santana)
Bela Vista
Rua Itapeva, 490 - conj. 98
(Metrô Trianon-MASP)
Desenvolvido por d.Tavares